Arma grande…

Com tanto bandido solto, a polícia prefere intimidar gente honesta. Foto: Bicicleteiros.

A polícia militar impediu que ciclistas em favor de transporte sustentável se expressassem e pedalassem livres pelas ruas, no último sábado (25/11),  na Capital Ecológica do Brasil.  Policiais mal preparados sacaram armas de grosso calibre, ameaçando ferir pessoas honestas e causar um grande desastre. A população em geral parece não entender mais quem é bandido e quem é policial. Em termos constitucionais, o dever da polícia é “servir e proteger”. Mas o que aconteceu neste fim de semana foi “humilhar e constranger”. Se soldados da polícia militar precisam apontar armas de grosso calibre para cicloativistas, é fácil concluir que eles não têm equilíbrio mental e responsabilidade suficiente para portar armamentos.

Paraná aderiu ao chavismo no trato com o cidadão. Foto: Bicicleteiros

A Bicicletada é uma manifestação expontânea legítima e mundial que acontece mensalmente em Curitiba e vários outros países. No mês de setembro as atividades se intensificam por conta do Dia Mundial Sem Carro: uma campanha em que a população motorizada da Capital Ecológica causa vergonha mundial porque definitivamente não adere. A Bicicletada é frequentada por famílias e não bandidos. Há mulheres, crianças, idosos e até animais. O poder público, ao admitir tal aberração por parte da polícia assina seu atestado de conduta indiferente, irresponsabilidade e mentalidade ditatorial, repressiva, contra a liberdade de expressão. Acima de tudo, contra a democracia e contra ações urgentes para diminuir as emissões de CO2. Agora, pergunte a um policial desses o que é CO2.

7 Respostas para “Arma grande…

  1. O titulo deveria ser, arma grande, cerebro pequeno.

    Alias, e condicao imprescindivel para entrar na PM, acefalia ou nanocefalia.

    Da vontade de pular em cima do cara, tirar a porra da arma da mao dele e introduzi-la com no orificio pelo qual ele sente prazer.

    Pulissa, para quem precisa de pulissa… desse naipe ninguem precisa, tenho certeza.

  2. Uma vergonha sem tamanho para um momento de campaha Curitiba 2030. Curitiba é em muitos departamentos contraditória e ultrapassada.
    A cidade parou no tempo e esqueceu o que é ser sustentável.
    Em época de eleições, só mais um Tiririca para assinar o atestado de Terra da Piada!

  3. Não é possível!!! Nada justifica ter enquadrado a galera desse jeito, mas será que não tem a reportagem inteira, eu ando de bike no trânsito, em estradas fazendo cicloviagem e nunca vi isso!!! Nos tempos de hoje vou pro lado da honestidade, esses caras ‘cicloativistas’ num fizeram baderna no trânsito não?!!! Repito nada justifica essa ação da polícia, mas para serem tãoi ignorantes, os caras tavam aprontando!!!! Respeito para ser respeitado e cuidado tem cicloativista marketeiro que só quer aparecer e dar audiência em blogs, dinheiro pra ONG, patrocínio de empresas e vai pedalar lá na Europa e sei lá mais o que!!!

  4. Ahahahahaha, falei!!! Olha a reportagem anterior os ‘cicloativistas’ quebrando placas eleitorais, batendo boca no trânsito, querendo fazer justiça com as próprias mãos!!!!!!!!!! São baderneiros oportunistas, querem aparecer!!!!!!!!Quem realmente pedala não arruma confusão, faz tudo de maneira consciente e chega ao destino com satisfação e poluição zero!!! A polícia não ia parar e apontar a arma porque o cara tá só pedalando, isso não existe!!

  5. Ao nobre internauta Fabio, que diz “São baderneiros oportunistas, querem aparecer!!!!!!!!Quem realmente pedala não arruma confusão, faz tudo de maneira consciente e chega ao destino com satisfação e poluição zero!!! A polícia não ia parar e apontar a arma porque o cara tá só pedalando, isso não existe!!”

    Note que antes você disse “nada justifica essa ação da polícia”. Então dá pra ter uma idéia do seu nível de contradição. Uma outra contradição vai ocorrer com você quando for trafegar pela ciclofaixa da Marechal Floriano. Se não fosse pelos caras que você chama de baderneiros, ela nunca seria implantada.

    Outra coisa: os policiais estavam perseguindo os ciclistas porque tinham destruído propaganda eleitoral ilegal na rua. O povo costuma ser muito medroso e por isso gente que tem influência junto à polícia, acha que vai se dar bem. Não há crime em andar de bicicleta e não é objetivo da Bicicletada provocar confusão. Só que algumas verdades precisam ser ouvidas na marra ou então a sociedade não evolui. Pra fazer omelete tem que quebrar ovo.

    Aos que preferem ficar apenas olhando e, depois, comodamente, usufruir do que foi conquistado, eu só posso dizer que lamento muito. Agora vou mandar um clichê. É uma frase de Franklin Roosevelt: “É melhor lançar-se à luta em busca do triunfo mesmo expondo-se ao insucesso, que formar fila com os pobres de espírito, que nem gozam muito nem sofrem muito; E vivem nessa penumbra cinzenta sem conhecer nem vitória nem derrota”.

  6. claudia mata teixeira de oliveira

    Senti-me incitada por essa foto medonha, a manifestar minha indignação em relação aos acontecimentos bizarros vividos pelos amigos da bici, em plena via pública, em pleno sabadão curitibano!
    Sabadão aliás que tenho por hábito vivenciar passeando ao sol na xv, tentando decifrar a anos a cidade onde moro…com pouco sucesso.
    Talvez devesse começar confessando que não sei andar de bicicleta! contudo, já cheguei a participar de uma bicicletada na garupa de um amigo, tal minha simpatia por esse movimento que antes de mais nada, escolheu uma via moderna e pacifica para se fazer ouvir, que carrega em si uma leveza e graça próprias da bicicleta, que objetiva ser reconhecido como alternativa de transporte para uma cidade grande, ao mesmo tempo em que pratica essa alternativa. O movimento ao se mover, ao pedalar, ao ocupar espaço nas ruas e avenidas, produz a ação, produz a solução…não é passeata reinvindicatória para elaoração de alguma solução, é na prática uma alternativa pra lá de viável, pra lá de óbvia para a convivencia urbana. Taí, vai ver que é isso que assusta tanto os poderes constituidos pelo Estado, poderes como a polícia por exemplo, que não consegue, nem nunca conseguiu compreender, que o cidadão é dono da sua vontade de querer mudar, de querer um benefício para todos e de que está no principio da relação com o Estado que ele deve servir ao cidadão e não ao contrário!
    Tentar retirar placas irregulares de propaganda eleitoral do caminho do cidadão, quando ele quer passar para poder exercer seu sagrado direito de ir e vir, é asolutamente razoável e argumentativo nas atuais “circunstâncias politicas” de cidadãos lesados em que vivemos e é por isso que, a polícia não sabe lidar com um fato social que lhe escancara os olhos inesperadamente no meio da via pública, por que é razoável! por que é novo para nós brasileiros reinvindicarmos, por que é legítimo e democrático tanto querermos uma alternativa para o transporte, quanto não querermos a cidade poluida pelas placas eleitorais. E desde quando a polícia está ao lado da democracia?, nunca esteve, ela está ao lado de uma suposta ordem que o Estado nos entope goela a baixo como se fosse o que todos devemos seguir sem questionar…a amigos da bici, foi-se o tempo, ainda bem!, o melhor exemplo disso é o movimento de voces, digo, nosso pois eu o apoio indubitavelmente. Não nos deixemos intimidar por porta-vozes, porta-armas e portas mesmo de uma autoridade que não reconhecemos como adequada à situaçõe, talvez eles não saibam dialogar, mas o ministério público sabe, a mídia através de pessoas éticas sabe e os amigos da bici, podemos exercer esse diálogo também.
    Em época de eleição, nunca é demais lembrar: não façamos na vida púlica o que costumamos fazer na privada! POR FAVOR LEMBREMO-NOS DOS DISCURSOS VELHOS E AMARFANHADOS NA HORA DE EXERCER NOSSOS VOTOS.
    E tamo junto!

  7. Fiquei até emocionado com esse comentário. Muito obrigado, Cláudia. Você escreve muito bem, tem idéias claras e, mais que tudo, É DO BEM.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s