Atropelador de ciclistas batia na mulher


Foi isso que apurou o site noticioso Último Segndo. Já dá pra ver o naipe do lazarento, né? O vagabundo já tem passagem pela polícia, andava por aí com um revólver calibre 38 e batia na mulher. Agora, pra quebrar a monotonia, resolveu matar quinze de uma só vez. Mas nem pra isso ele presta, porque não teve sucesso. A polícia ainda não sabe se prende o cara ou não. Talvez a polícia espere ele fugir pro paraguay, pra atropelar bicicletas importadas por lá. Guarde bem o nome do babacão: RICARDO JOSÉ NEIS.

Mas olha só como é a lei brasileira. O Neis deve ser enquadrado “no artigo 121 do Código Penal, por tentativa de homicídio duplamente qualificada – motivo fútil e redução de defesa da vítima, já que os ciclistas foram atropelados pelas costas”, diz o site Último Segundo. Como se as vítimas tivessem chance de defesa se estivessem com as bikes (de 20kg) viradas de frente para um carro de mil quilos.

Com muita razão, os ciclistas de POA agora vão fazer um protesto, como sempr fizeram, reivindicando a humanização do trânsito. Mas se as coisas já estão ruins assim, os caras ainda querem humanizar mais ainda?

Sou mais é a favor da animalização do trânsito, ou seja, retirar todos dos motores da rua e voltar ao tempo dos cavalos e carroças. Mil vezes a merda de cavalo, boi e jumento na rua, a ver esses mesmos animais atrás de um volante só fazendo cagada e matando gente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s