Rain Creatures – Vídeo Crônica

Sempre fui atraído pela atmosfera algo sombria de alguns dias de chuva, quando as pessoas ocultam os seus rostos ao se protegerem com seus guarda-chuvas. Essas cenas sempre me afiguraram melancólicas, muito mais quando observadas através de um vidro por onde escorrem as gotas, que parecem lágrimas. Lágrimas do mundo, geradas pelos mais diversos sentimentos: dor, saudade, depressão ou mesmo felicidade.

Neste vídeo quase todos os rostos e objetos de cada cena, cada foto, são distorcidos pela chuva. São imagens feitas quase todas no mesmo dia, para um ensaio. A maioria das cenas foi fotografada em Curitiba, com exceção de um pequeno pedaço de vídeo em baixa resolução, gravado em um dia chuvoso em Barra Velha, Santa Catarina. Todas as distorções, exceto contraste, foram causadas pela captação da imagem através de gotas ou pelo movimento da câmera.

Para mim, às vezes, a distorção revela pessoas e seus guarda-chuvas inseparáveis, como sendo uma mesma criatura. Uma criatura da chuva.

2 Respostas para “Rain Creatures – Vídeo Crônica

  1. Muito bom, consegue destacar e valorizar as pessoas no ambiente urbano chuvoso, as pessoas que realmente constituem as cidades.

  2. Obrigado, Noe. É muito generoso(a).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s